Tecnologia das células de combustível
Energia das células de combustível

O que é e como é aplicado na logística?

A energia das células de combustível parece estar presente na linguagem de todos em ambiente industrial, destacando o seu potencial de eficiência, o tempo de trabalho contínuo e a sua rentabilidade em certos sistemas. No entanto, não é uma tecnologia atual nem uma propulsão inventada há dois dias.

Se estiver interessado em conhecer a origem, a definição científica do seu conceito e funcionamento, assim como a sua aplicação no ambiente intralogístico, fique e leia este post porque lhe trazemos toda a informação que precisa de saber sobre a energia das células combustíveis.

Como dizíamos, a origem da energia das células combustíveis remonta ao início do século XIX, que foi introduzida como uma "célula combustível" por Humphrey Davy e marcou o início de uma longa corrente de investigação. Em 1838, William Grove descobriu que a eletricidade também podia ser gerada invertendo a eletrólise da água utilizando, por um lado, oxigénio e, por outro, hidrogénio.

Isto levou rapidamente à invenção da primeira pilha de combustível, ou, como lhe chamamos agora, célula de combustível, que foi utilizada pela primeira vez pela General Electric no projeto Gemini da NASA.

O que é a energia das células de combustível?

Se quiser uma definição exata desta energia, podemos dizer que é uma fonte de conversão direta de energia eletroquímica em energia elétrica.

É assim que Álvaro Ruiz, especialista em energias renováveis, o define, ao mesmo tempo que sublinha que este tipo de energia consegue transformar a química de combustíveis como o metanol ou o hidrogénio em eletricidade contínua imediata.

O ponto forte desta energia é que o seu resultado é uma energia limpa e livre de combustão, uma vez que os componentes desta reação são nada mais nada menos que calor e água.

Aplicação da energia das células de combustível em empilhadores

Como já descrevemos anteriormente, se há algo poderoso nesta energia é que ela oferece ao ambiente industrial a possibilidade de fazer um objeto mover-se de uma forma bastante eficiente, com baixas emissões, muito menos ruído e uma eficiência substancialmente maior. Mas será que isto acontece em armazéns?

Precisamente quando aplicada ao equipamento de movimentação e armazenamento, esta energia é considerada há alguns anos como uma das mais interessantes para resolver desafios como a eficiência, o ruído, o tempo de utilização, o reabastecimento e a autonomia, o custo económico envolvido ou as emissões de CO2.

Em termos de eficiência, temos de ter em conta que é uma das soluções mais interessantes para empilhadores, mas tudo deve ser analisado de acordo com a operação.

3 vantagens da energia das células de combustível em ambiente intralogístico

A referência em termos de energia das células de combustível para empilhadores continua a ter origem nos Estados Unidos, onde podemos encontrar uma utilização e fabrico mais generalizados. Mas os fabricantes alemães não deixaram de desenvolver soluções com esta energia capaz de oferecer vantagens claras sobre os seus homólogos com outros tipos de propulsão.

Em particular, resumiremos o potencial da energia das células de combustível aplicada aos empilhadores em três vantagens cruciais:

  • Apresentam uma autonomia invejável

A autonomia é um elemento crucial a considerar na compra de um empilhador, por isso, se a energia das células de combustível tem impacto sobre este especto, é importante conhecê-la.

Especificamente, a célula de combustível encontra a sua maior força no reabastecimento, uma vez que o processo de enchimento completo do tanque pode ser feito em cerca de 3 minutos.

Isto torna-o uma ferramenta perfeita em picos de procura ou situações no armazém que causam tempos muito apertados, uma vez que a disponibilidade do empilhador pode ser imediata.

Na mesma linha, os empilhadores com célula de combustível ou energia de combustível são perfeitos em aplicações de turnos múltiplos ou em sectores tais como a indústria alimentar, química ou farmacêutica.

  • A sua clara sustentabilidade económica e ambiental

Não podemos esquecer o papel sustentável da energia das células de combustível. Um aspeto que também pode ser compreendido de um ponto de vista ambiental e económico.

Os empilhadores com energia das células de combustível são claramente mais eficientes e isso traduz-se numa redução de custos, para não mencionar a manutenção mínima.

Por outro lado, a célula de combustível tem importantes benefícios ecológicos, uma vez que há poupanças significativas nas emissões de C02, especialmente quando se utiliza hidrogénio proveniente de energias renováveis.

Em suma, a energia das células de combustível é uma alternativa sustentável, eficiente, autónoma e muito poderosa para a indústria, tendo desempenhado um papel essencial, além disso, no ambiente intralogístico onde é o aliado perfeito dos empilhadores.