Tipos de mastros de empilhadores
Que tipo de mastro devo escolher para o meu empilhador?

Elementos a ter em conta

A escolha de uma empilhador depende de inúmeros elementos e fatores a serem considerados essenciais para o bom desenvolvimento de qualquer operação intralogística. Mas, em particular, é crucial ter em conta o tipo de mastro de que vai precisar.

Existem diferentes tipos de mastros e como isto pode por vezes ser uma dúvida ao tomar uma decisão, vamos tratar da definição de cada um deles, da operação a que estão mais associados e dos aspetos a ter em conta antes de escolher.

Armazém, carga e empilhador: tenha isto em conta ao escolher um mastro para o seu empilhador

Esta decisão não é trivial, temos de ter uma visão geral e abrangente da nossa operação para escolher o melhor.

Se pensarmos em tudo aquilo a que precisa de ter em conta antes mesmo de conhecer os tipos de mastro que pode encontrar no mercado, podemos concentrar-nos no tipo de aplicação com que o seu operador vai trabalhar, a carga e as suas particularidades e, finalmente, o reboque ou camião onde os carregamentos vão ser feitos.

Armazém

Sempre demos grande ênfase ao facto de que antes de tomar qualquer decisão relativamente à compra ou aluguer de um equipamento de movimentação de carga, é necessário analisar o ambiente em que este irá funcionar.

O armazém é um ecossistema em que convergem muitos aspetos; desde o tipo de piso, até à operação que nele se realiza, as dimensões do armazém incluindo a altura de armazenamento, os tipos de estantes com que o stock é organizado e a variedade e dimensão dos corredores que nele se podem encontrar.

No que diz respeito ao mastro, é necessário ter em conta a altura do armazém. Isto pode mudar tudo em relação ao mastro de que necessita.

Precisará mesmo de saber quão altos ou baixos são os acessos de uma zona para outra no armazém e avaliar nesse momento, quanto o mastro está comprimido, para saber se pode aceder a certas áreas da instalação.

Carga

Embora pareça menos importante, deve também avaliar o tipo de carga que vai movimentar, as suas dimensões e as suas particularidades.

Tenha em mente que o mastro, juntamente com os garfos, são dois dos elementos do empilhador que têm mais contacto com a sua mercadoria, pelo que a escolha destes acessórios não deve ser independente do tipo de carga, do seu peso e das suas dimensões.

Empilhador

Tal como tem de ter em conta o acesso inferior do seu armazém para ver se, com o mastro recolhido, o seu empilhador pode deslocar-se facilmente, terá de avaliar o tamanho do atrelado e o tipo de disposição na expedição para ajustar o tamanho do mastro ao do empilhador.

Prestar especial atenção ao acesso do empilhador ao camião e à possibilidade de se deslocar no interior com as mercadorias.

Uma vez analisada a sua operação, a sua carga, o espaço do armazém e as possibilidades de expedição em relação ao atrelado e a sua acessibilidade com o empilhador, pode começar a repensar os tipos de mastro que existem para adaptar o seu empilhador ao que realmente precisa.

Mono Mastro

Quando o problema é uma paletização/despaletização muito frequentes, o mono mastro é o mais adequado. No entanto, há outro especto a ter em conta: que só deve ser utilizado em elevações menores.

Mastro Simples

Ao contrário do anterior, a altura máxima do mastro único no empilhador é sempre constante, por isso é especialmente concebido para operações desenvolvidas em armazéns com pouca altura e onde não é necessária muita elevação.

Mastro Duplex Telescópico

Especificamente concebidos para a carga e descarga de mercadorias em camião, os mastros telescópicos duplex têm duas secções com cilindros laterais que prestam especial atenção à necessidade de uma vista panorâmica.

Mastro Duplex com Elevação Livre

Com características ligeiramente mais especiais, este será o seu mastro ideal se tiver alturas de teto baixas, uma vez que os seus garfos sobem sem aumentar o tamanho total do mastro.

Mastro Triplex com Elevação Livre

Neste caso e orientado para o retalho ou armazéns de lojas, o mastro triplex com elevação livre permite uma elevação significativa, pelo que é também uma ótima opção se precisar dele numa plataforma logística ou num armazém onde vai ter este requisito de altura.

Em suma, deve ter em conta os tipos de mastro que existem e conhecer a 100% não só a sua operação ou tipo de carga, mas também os acessos ao seu armazém, a altura, as suas necessidades de elevação.

Como dizemos, nunca deixe de lado a importância do tempo de expedição ou a arrumação da mercadoria no camião. A escolha de um mastro ou de outro pode mudar tudo a este nível.