bateria de iões de lítio para empilhadores
Baterias de iões de lítio ou chumbo ácido?

Diferenças e benefícios de ambas as tecnologias

Um dos principais objetivos das empresas na sua logística é alcançar a eficiência energética. No entanto, a escolha da solução mais favorável para a sua frota exigirá um estudo detalhado das necessidades da empresa (sector, operações diárias, volume de mercadorias, etc.), uma avaliação dos custos e da disposição das instalações, entre outras questões.

Atualmente podemos encontrar no mercado uma grande variedade de tecnologias: baterias de iões de lítio, baterias de chumbo ácido, pilhas de combustível, diesel, GPL ou GNC.

Se analisarmos o volume de empilhadores elétricos no mercado, podemos ver como ano após ano a sua percentagem está a aumentar exponencialmente em todos os sectores e aplicações. A tecnologia das baterias está em contínuo desenvolvimento pelos diferentes fornecedores de equipamentos de movimentação, dado que esta tecnologia oferece uma solução altamente eficiente e segura para alcançar o máximo desempenho e operacionalidade.

Neste artigo vamos explorar as tecnologias de baterias de iões de lítio e chumbo ácido.

Que bateria é melhor? Quais são as vantagens e desvantagens dos diferentes tipos de baterias?

A resposta a estas questões dependerá das necessidades e operações específicas do seu negócio. A solução energética mais eficiente para si pode não ser a melhor para outra empresa. É esta a razão pela qual vamos desenvolver as principais diferenças e benefícios de cada tecnologia. Para o ajudar a escolher a solução perfeita para os seus equipamentos.

A principal diferença entre as duas baterias reside no nível de exigência da aplicação: se o seu empilhador for utilizado apenas para um turno (ou seja, procura baixa a média), há tempo suficiente para carregar as baterias, trocá-las quando necessário e efetuar uma manutenção regular; as baterias convencionais de chumbo ácido podem ser a solução mais adequada.

Se, por outro lado, a atividade operacional da empresa é altamente sincronizada, tem vários turnos e requer elevado desempenho, a tecnologia de iões de lítio é a mais adequada.

"Uma bateria de iões de lítio pode substituir três a quatro baterias de chumbo ácido numa operação de três turnos".

Bateria de Iões de Lítio

As baterias de iões de lítio oferecem numerosas vantagens: têm uma maior densidade energética, maior eficiência e um ciclo de vida mais longo. As baterias de chumbo ácido permitem 1.500 ciclos de vida, enquanto a tecnologia das baterias de lítio oferece até 2.500 ciclos de vida. Além disso, necessitam de muito menos manutenção do que baterias de chumbo ácido e não precisam de ser substituídas.

A combinação de bateria de iões de lítio e o carregador correto aumenta a eficiência global comparativamente com as baterias de chumbo ácido em até 30%. Isto traduz-se em custos de energia reduzidos: a tensão constante evita a perda de desempenho mesmo quando o nível de carga da bateria cai.

Além disso, uma vez que a bateria já não emite gases, podem ser dispensados investimentos adicionais tanto nas áreas de carga da bateria como nos sistemas de ventilação.

A alta densidade de energia destas baterias permite, ao contrário das baterias de chumbo ácido mais tradicionais, ter uma maior capacidade no mesmo espaço.

No entanto, apesar da grande capacidade de armazenamento, a capacidade das atuais baterias de iões de lítio nem sempre é suficiente em todos os casos no que respeita a permitir o funcionamento em três turnos. Para uma operação contínua de dois ou mesmo três turnos, será necessário efetuar cargas parciais que podem coincidir com os períodos de repouso dos operadores durante o dia. Isto evita mudanças contínuas de bateria e custos acrescidos.

Para alcançar a máxima eficiência é necessário desenvolver estratégias de trabalho e carregamento especialmente adaptadas com tempos de carregamento intermédios curtos.

baterias de Chumbo Ácido

As baterias de chumbo ácido oferecem uma tecnologia mais do que conhecida e altamente considerada. São um pouco mais económicos em termos de manutenção do que os motores térmicos e são também adequados para utilização em interiores devido às suas baixas emissões.

Contudo, o seu ciclo de vida é mais curto, pelo que em aplicações exigentes será essencial mudar a bateria ou optar por outro tipo de tecnologia.

Estas trocas de baterias requerem instalações de carga adequadas com ventilação apropriada, bem como maquinaria auxiliar que permita a substituição e deslocação das baterias.

Além disso, devido à sua composição baseada em ácido sulfúrico e água, o manuseamento incorreto das baterias pode causar riscos de queimaduras ou possíveis incêndios se não for assegurado um espaço suficientemente ventilado.

Se observarmos a taxa de auto descarga (entendida como a perda de energia quando o empilhador não é utilizado) em baterias de chumbo ácido é observada em média entre 6 e 10% do total num mês inteiro sem utilização, enquanto que em baterias de iões de lítio esta taxa é reduzida para 1% no mesmo período de tempo.

Resumimos as principais diferenças:

Comparação de baterias de chumbo ácido e de iões de lítio

Comparação de baterias de chumbo ácido e de iões de lítio

Em suma, as baterias de iões de lítio oferecem muitas vantagens em relação às baterias convencionais de chumbo ácido. No entanto, é necessário estudar corretamente a viabilidade de cada tecnologia contra a operação de cada cliente.

Enquanto ambas as tecnologias de bateria permitem que o sistema energético de um empilhador seja adaptado exatamente à aplicação, um fornecedor de confiança deve ser contratado para realizar um estudo minucioso das suas necessidades específicas. Desta forma, receberá uma solução energeticamente eficiente adaptada às suas necessidades. Em alguns casos, será conseguida uma solução maior eficiência através da utilização de tecnologia de iões de lítio ou de baterias de chumbo ácido, enquanto noutros casos a tecnologia de motores de combustão pode ser a solução mais adequada.