Desenvolvimento do empilhador elétrico da Linde Material Handling
A evolução

50 anos do empilhador elétrico da Linde Material Handling

Estamos no ano de 1971: John Lennon lança o hino Imagine e Ray Tomlinson envia o primeiro e-mail da história. No mesmo ano, a Linde apresenta, na feira de Hanôver, o seu primeiro empilhador com propulsão elétrica: E10 – E15. "Imagine" torna-se um sucesso intemporal e o e-mail alcançará a primeira posição entre os meios de comunicação. Também os empilhadores elétricos da Linde têm uma carreira meteórica. Inicialmente pensado apenas como alternativa sem emissão de gases ao empilhador de motor de combustão para utilização interior, o empilhador elétrico torna-se rapidamente num elemento importante da intralogística moderna, fazendo da Linde Material Handling líder de mercado neste segmento.

Empilhador elétrico: passo a passo até à perfeição

Empilhador elétrico E12 – E18 da Linde Material Handling de 1982

Empilhador elétrico E12 – E18 de 1982

Depois de 1971, o empilhador elétrico, antes um produto de nicho, ganha rapidamente importância. Para isso contribui sobretudo a rápida proliferação de grandes armazéns e centros de logística. A movimentação de mercadorias cada vez maior nestes novos pontos nodais exige melhores empilhadores para os espaços interiores, que possam ser operados de forma extremamente ágil e também precisa. Ao mesmo tempo, inovações técnicas ajudam a reduzir, pouco a pouco, as lacunas ao nível do desempenho face ao empilhador de motor de combustão convencional. No que se refere à capacidade de carga, à velocidade de elevação e à capacidade de movimentação, os modelos elétricos aproximam-se cada vez mais dos seus colegas a motor de combustão.

Durante o desenvolvimento do empilhador elétrico moderno, a Linde persegue, desde o início, o objetivo de aperfeiçoar cada vez mais os equipamentos. Numa primeira etapa, isso significa, sobretudo, a otimização dos equipamentos para espaços interiores graças à crescente precisão e flexibilidade. Daí que logos os primeiros modelos disponham de uma tração dianteira de dois motores, na qual dois motores elétricos estão montados no eixo de tração. Com a sua ajuda, é possível aos equipamentos girar precisamente ao centro do eixo de tração. No início dos anos 80, a empresa de Aschaffenburg lança ainda a eletrónica de potência, que permitem o controlo de motores elétricos com muito maior precisão.

Empilhador elétrico E48 da Linde Material Handling de 1995

Empilhador elétrico E48 de 1995

Em 1994, os primeiros empilhadores elétricos de quatro rodas da Linde são equipados com o inovador eixo de direção combinado. Este permite aos equipamentos girar no local e dentro dos seus contornos. Só um ano mais tarde chega ao mercado o Linde Load Control, que permite a operação sensível das funções do mastro através de um joystick – uma característica de equipamento, que rapidamente se impõe como padrão do setor. Em 1999, a Linde inclui no seu portfólio de produtos o primeiro modelo com motor de corrente trifásica / motor assíncrono. Para este novo acionamento, os engenheiros desenvolvem os seus próprios módulos de potência e comando, que aliam as vantagens de um maior desempenho à elevada fiabilidade, bem como a utilizações exigentes no exterior. Pequenos e sem necessidade de manutenção, os dois motores de tração, incluindo o sistema hidráulico de elevação e todos os componentes de comando, podem ser reunidos num módulo – o eixo de tração compacto.

Em 2002, assinala-se outro marco com a mudança para motores de corrente trifásica, que colocam os empilhadores elétricos Linde numa posição de igual para igual com os empilhadores com motor de combustão interna, em muitas gamas de potência.

Empilhador elétrico E10 – E15 da Linde Material Handling

1971: O ponto de partida

O E10 – E15 torna-se o primeiro empilhador elétrico da Linde no mercado. As suas características mais proeminentes: tração dianteira de dois motores, controlo por pedal duplo e alavanca de controlo central. Além disso, o E10 – E15 já reduz automaticamente a velocidade nas curvas, o que hoje é absolutamente padrão no setor.

Empilhador elétrico E16 da Linde Material Handling de 1982

1982: Máximo conforto

A Linde melhora também continuamente o conforto dos empilhadores elétricos. O E12 – E18 oferece, pela primeira vez, um posto de trabalho do condutor otimizado em termos ergonómicos, que permite ajustar o banco e a coluna de direção na perfeição ao operador.

Empilhador elétrico E25 da Linde Material Handling de 1994

1994: Máxima manobrabilidade

Com o E20 – E30, a Linde introduz duas características inovadoras: o novo eixo de direção combinado permite também a empilhadores de quatro rodas a possibilidade de girar no local, o que melhora notoriamente a manobrabilidade dos equipamentos. Ao mesmo tempo, a nova cabina basculante simplifica o acesso a componentes importantes do equipamento, sobretudo a bateria.

Empilhador elétrico E14 da Linde Material Handling de 1995

1995: Controlo total

A partir da série E14 – E20, o Linde Load Control permite o controlo elétrico das funções do mastro através de um joystick. Graças à operação sensível, a nova tecnologia torna-se rapidamente padrão da indústria, sendo também introduzida nos empilhadores de motor de combustão da Linde.

Inovações elétricas: energia a bordo

No novo milénio, com a série E20 – E50, a Linde torna-se líder do mercado europeu de empilhadores elétricos, continuando a promover o desenvolvimento tecnológico dos seus modelos elétricos. Logo a partir do ano 2000, é possível substituir a clássica bateria de chumbo-ácido por uma célula de combustível de hidrogénio, atualmente disponibilizada com opção de série para todos os empilhadores elétricos da Linde.

Já em 2006, a Linde avança com a apresentação da sua nova sensação elétrica com um carregador a bordo e o eixo de tração compacto. Para efetuar o carregamento do empilhador, basta ligá-lo à tomada correta através de um cabo de carregamento. A potência de carga adapta-se automaticamente ao respetivo tipo de bateria.

Empilhador elétrico E50 da Linde Material Handling de 2011

Empilhador elétrico E50 de 2011

O carregador a bordo da Linde é uma inovação mundial. Além disso, a Linde dá que falar com os acionamentos de iões de lítio e convence com esta tecnologia inovadora graças ao melhor conceito de segurança e à integração perfeita do equipamento e da bateria de iões de lítio.

Com os modelos de 2 a 5 toneladas, a Linde lança novas funcionalidades no mercado em 2010: por exemplo, o eixo de tração desacoplado das oscilações, o travão de mão que atua automaticamente, o indicador de carga digital da bateria e um controlo de tração para a melhor aderência ao piso.

2006: O primeiro carregador a bordo do mundo

Com o E12 – E20 nascem 16 novas variantes de empilhadores altamente modernas. Pela primeira vez com carregador a bordo e regulação da dinâmica de condução.

2015: O equipamento potente

A Linde lança um modelo de empilhador elétrico extremamente potente no mercado com o E60 – E80, construído para a movimentação segura de cargas até oito toneladas. Os modelos elétricos juntam-se, assim, aos motores de combustão interna também nas classes de capacidade de carga mais altas.

2016: Com visão dianteira desimpedida

Com os modelos roadster E20 – E35 R, a Linde lança no mercado os primeiros empilhadores elétricos com visibilidade completamente otimizada. Graças aos cilindros de inclinação superiores, os equipamentos podem prescindir do pilar A. Esta configuração oferece ao operador uma visão desimpedida do trajeto e maximiza a segurança no trabalho quotidiano.

2017: a revolução dos iões de lítio

Os primeiros empilhadores elétricos E14 – E18 ION com tecnologia de iões de lítio tornam o funcionamento das frotas claramente mais flexível e eficiente – isso oferece grandes vantagens particularmente em operações de vários turnos.

2017: E12 – E20 é campeão mundial

A Linde tem motivos para celebrar: em 2017, sai da linha de produção o empilhador número 111 111 da série E12 – E20. Graças à sua versatilidade e fiabilidade, este empilhador elétrico é o mais vendido da sua classe, sendo também o mais bem-sucedido a nível mundial.

2018: mais LI-ION para todos

A tecnologia de iões de lítio tem provas dadas e encontra-se agora disponível na série E60 – E80 também para empilhadores com capacidade de carga até 8 toneladas.

A Linde produz equipamentos elétricos como ninguém

Também noutras áreas a Linde dá provas da sua competência elétrica: o kart elétrico E1, desenvolvido com base em componentes originais do E20 – E50, estabelece, em 2011, o recorde mundial de aceleração para karts acionados eletricamente – com 3,45 segundos dos 0 aos 100 km/h, o E1 vai diretamente para o Livro de Recordes do Guiness.

O kart elétrico E1 da Linde Material Handling

O futuro elétrico

O recurso ao empilhador elétrico é inevitável. A pressão cada vez maior dos custos, prazos apertados e picos de encomendas difíceis de avaliar tornam indispensáveis a sua permanente disponibilidade e aplicabilidade flexível. A isto acresce a necessidade urgente de sistemas de propulsão sem emissão de gases, que, perante a crise climática global, permitem uma intralogística direcionada para a sustentabilidade.

No que toca à rentabilidade, segurança e responsabilidade ecológica, os empilhadores elétricos são há muito uma referência para o fluxo de materiais do futuro. Graças à capacidade de desempenho permanentemente crescente e a sistemas de energia inovadoras, como a tecnologia de iões de lítio, estão cada vez mais em condições de substituir plenamente os equipamentos com motor de combustão interna.

Já em 2015, a Linde deu uma prova impressionante disso mesmo, ao lançar no mercado o E60 – E80, um empilhador elétrico potente para capacidades de carga até oito toneladas.

A Linde Material Handling orgulha-se, hoje, de uma história longa e de sucesso em matéria de empilhadores elétricos. Enquanto líderes de mercado e de inovação, os especialistas em equipamentos elétricos de Aschaffenburg propuseram-se não só a servir integralmente este mercado, mas também a continuar a revolucioná-lo. Por isso, em meados de 2021, a Linde Material Handling apresenta uma nova geração de empilhadores elétricos. Tal como os seus antecessores, voltam a estabelecer padrões no setor em termos de ergonomia, eficiência, segurança e conectividade.

Apresentação de uma nova geração de empilhadores contrapesados no âmbito de lançamentos múltiplos

O melhor de dois mundos: a nova geração de empilhadores contrapesados

A próxima grande e-volução do empilhador elétrico é apresentada pela Linde com uma plataforma tecnológica inovadora. Esta nova geração de empilhadores contrapesados marca o fim da separação construtiva entre empilhadores elétricos e empilhadores de motor de combustão. Na faixa de capacidade de carga entre 1,2 e 8 toneladas, os utilizadores poderão de futuro optar livremente entre a propulsão elétrica e o acionamento com motor de combustão interna. Diferenças de potência não existem. Com esta inovação, a Linde dá definitivamente início a uma nova era para os empilhadores elétricos.

Encontrará mais informações sobre o nosso Launch Event digital aqui.