Linde Material Handling no armazém da Egger
Safety First

Egger Holzwerkstoffe Wismar

Os números são impressionantes: A Egger processa cerca de um milhão de metros cúbicos de madeira por ano em Wismar em placas HDF, MDF e OSB, bem como pisos laminados, numa área de 126 campos de futebol. Na logística, o especialista em materiais à base de madeira tem vindo a usar empilhadores com Linde Safety Pilot desde fevereiro.

Empilhador elétrico da Linde em utilização na Egger

Empilhador elétrico da Linde em utilização na Egger

Wismar em Mecklenburg-Vorpommern. A primeira vista é bastante contemplativa aqui na histórica cidade hanseática a meio caminho entre Lübeck e Rostock. Turistas e moradores locais caminham confortavelmente através da Cidade Velha do Património Mundial e apreciam o estilo do mercado histórico, que está alinhado com imponentes edifícios de tijolos rústicos e casas clássicas com telhados triangulares. É difícil acreditar que apenas a pouca distância para o norte fica um dos maiores e mais modernos centros de processamento de madeira da Europa.

Na Baía de Wismar, diretamente no Mar Báltico, há uma grande agitação 24 horas por dia. Isso é sobretudo devido a uma empresa que, desde a sua criação em 1999, tornou-se um dos maiores empregadores da região: Egger Holzwerkstoffe Wismar GmbH e Co. KG. Pertence ao grupo de atuação internacional Egger. Fundada em 1961 por Fritz Egger em St. Johann, no Tirol, a empresa familiar é hoje um dos principais produtores mundiais de madeira com 17 filiais em sete países europeus – da França à Rússia, da Grã-Bretanha à Turquia.

De volta ao Mar Báltico e à Egger em Wismar: A jornada da matéria-prima ao produto acabado não leva mais de oito horas nas linhas de produção mais modernas – desde o descasque e a trituração, passando pela compressão das aparas de madeira sob 150 bar de pressão, até ao corte e ao embalamento.

Da região para o mundo

“A localização muito perto do porto é ideal para nós”, diz Jan Menninghaus, Diretor de Logística de Produção e Expedição, enquanto concentra a sua atenção na extensa área. “A partir daí, enviamos os nossos produtos para clientes em mais de 90 países. O material para isso vem inteiramente da silvicultura sustentável; grande parte vem da região, num raio de no máximo 200 quilómetros”, acrescenta Menninghaus. O recurso natural será fornecido por 85 camiões que atravessam diariamente os portões da fábrica Egger em Wismar.

Além disso, o especialista em madeira obtém as aparas de madeira e a serradura, necessárias para a produção, diretamente de uma oficina de serração vizinha, por meio de tubulação. “Em suma, uma grande quantidade de madeira”, brinca Menninghaus. “E como produzimos 24 horas por dia em três turnos, precisamos de uma logística 100% fiável.” Para isso, desde fevereiro de 2016, também têm contribuído decisivamente cinco novos empilhadores Linde – incluindo quatro empilhadores elétricos do modelo E 35 HL. “Utilizamos os equipamentos para o fornecimento e a eliminação da produção e como empilhadores de saída. Isto significa que os empilhadores levantam, por exemplo, paletes de produtos acabados, como piso laminado, para fora da estanteria e entregam-nos aos pontos de carga dos camiões. A partir daí, o quinto equipamento do grupo, um empilhador a diesel Linde H 50 com uma capacidade de carga de cinco toneladas, assumirá o trabalho remanescente, ou seja, o carregamento dos camiões.”

e_truck-stacking-construction-9377

Convincentemente seguro

Os fatores decisivos para a aquisição dos equipamentos Linde – além de fatores como fiabilidade e capacidade de movimentação – foram o feedback concreto dos operadores de empilhadores. “Nós realizamos um teste detalhado com quatro fabricantes diferentes. O vencedor foi claramente a Linde, em parte porque os nossos colaboradores eram simplesmente os melhores em lidar com os equipamentos.” Marco Bandow, administrador do armazém de estanteria alta da Egger, apenas pode confirmar isso:

Visão geral superior, assento superconfortável e quase sem ruídos de operação – funciona assim tão bem.

Outra caraterística que atraiu os profissionais de logística da Egger: o Linde Safety Pilot. “O sistema de assistência estava a bordo do nosso equipamento de teste; foi capaz de nos convencer imediatamente, por isso encomendámo-lo logo em todos os novos empilhadores da Linde”, diz o Diretor de Logística Jan Menninghaus. “Afinal, até mesmo a menor negligência ao carregar os nossos painéis de madeira e pisos laminados pode levar a situações colaterais. E como, por exemplo, produzimos as placas HDF com uma ampla variedade de pontos fortes, o peso das europaletes também varia muito.” Até agora, os operadores da Egger tinham que pesar o centro de gravidade e o peso da carga num curto período de tempo e muitas vezes decidiam, por impulso, o que o empilhador ainda podia transportar e a que altura de elevação ainda poderia levantar. “Basicamente, isso correspondia a uma equação com três incógnitas – e isso em quase todas as viagens”, diz Menninghaus. “Havia sempre um risco residual, mesmo que se tivesse anos de experiência”, confirma o operador Marco Bandow.

Um valor acrescentado seguro

O Linde Safety Pilot agora fornece ajuda na Egger. O sistema fornece aos operadores todas as informações de que precisam para transportar a carga com segurança. “Assim que tiro uma palete da estanteria com o meu empilhador para trazê-la para o respetivo ponto de carga, posso contar com o Safety Pilot. Ele mostra-me o ângulo de inclinação, o peso atual no garfo, a altura de elevação atual e máxima”, relata Marco Bandow com base na sua experiência diária.

Graças ao indicador de carga, até mesmo o armazenamento e desarmazenamento a alturas elevadas deixou de ser um problema.

No caso de ser realmente crítico, o Linde Safety Pilot regula automaticamente o equipamento – ou seja: o operador não pode mais levantar a carga, mas apenas baixá-la e deslocar-se a uma velocidade de marcha. Desta forma, a solução Linde não só aumenta a segurança dos colaboradores, mas também protege de forma fiável os produtos contra danos. Aliás, a questão da segurança no trabalho na Egger em Wismar tem da maior prioridade, não só no que diz respeito à tecnologia: Nomeadamente, a empresa conta com os seus próprios responsáveis pela segurança, que instruem regularmente os operadores de empilhadores em questões de segurança no trabalho.

Parceiro forte

Uma coisa é certa – isso também se aplica na Egger no campo da assistência. “Se houver um problema, os especialistas do nosso parceiro contratado FSN Fördertechnik estão imediatamente no local”, relata o Diretor de Logística de Produção e Expedição.

Empilhador elétrico da Linde no armazém da Egger

Empilhador elétrico da Linde no armazém da Egger Holzwerkstoffe

Para garantir que a logística não sai do ritmo, mesmo no caso de manutenção ou falha, a FSN pode enviar um técnico para a filial da Egger em Wismar no mesmo dia. “Esta proximidade regional foi extremamente importante para nós ao optar pela Linde. Estamos ainda mais satisfeitos por ter trazido para a empresa um “especialista em segurança” adicional com o Linde Safety Pilot”, diz Menninghaus com um sorriso.

Sobre a Egger

Fundado em 1961, o Grupo Egger é hoje uma das principais empresas mundiais no setor da produção de materiais à base de madeira. Desde 1999, cerca de 800 colaboradores na filial de Wismar têm produzido painéis MDF e HDF, bem como placas OSB e pisos laminados. A frota de empilhadores no local inclui quatro empilhadores elétricos Linde E 35 HL e um empilhador a diesel Linde H 50.