A Schneider Electric utiliza dois stackers autónomos L-MATIC AC da Linde Material Handling.
Automatização a nível mundial

Introdução de dois stackers automatizados L-MATIC AC na Schneider Electric

A Schneider Electric oferece soluções de energia e de automatização para maior eficiência e sustentabilidade. Dado que a empresa tem filiais em cerca de 150 países, a logística é decisiva para a eficiência da empresa. Uma importante plataforma logística localiza-se em Sant Boi de Llobregat, Espanha, perto do porto de Barcelona.

Devido às condições variáveis de mercado, a Schneider Electric decidiu automatizar algumas áreas da sua intralogística com vista ao aumento da eficiência. Após uma análise abrangente e a respetiva preparação do local, a Linde Material Handling forneceu à empresa dois stackers automatizados L-MATIC AC. Para que fosse possível aproveitar ao máximo o potencial dos processos automáticos, foi necessário superar inicialmente alguns desafios.

Reforço do centro de distribuição

Com a unidade de Sant Boi, Barcelona, a Schneider Electric opera mais de 90 centros de logística em todo o mundo. Os produtos produzidos pela empresa com atuação internacional são entregues em Sant Boi e distribuídos por todos os locais possíveis em Espanha e Portugal. Além disso, trata-se de um dos centros de distribuição internacionais mais modernos da empresa. A Schneider Electric otimiza continuamente os processos dentro dos centros de logística, com vista à manutenção da sua posição de liderança no mercado.

"O mercado mudou e isso obriga-nos a adaptar os nossos centros de logística em função das necessidades dos nossos clientes. Ao optarmos pela otimização dos processos, pretendemos aumentar substancialmente a nossa produtividade", afirma Salvador Balaña, Engenheiro de projeto da Schneider Electric. Raquel Gasco, Diretora de Engenharia e Manutenção da Schneider Electric, acrescenta: "Comparámos diferentes fornecedores e, após os testes do L-MATIC AC, ficaram comprovadas a rapidez e a facilidade com as quais a solução pode ser implementada, permitindo-nos transpor rapidamente a nossa visão para a realidade."

Stacker autónomo L-MATIC AC da Linde Material Handling em funcionamento na Schneider Electric

Análise dos processos de trabalho

No início do projeto, os processos de trabalho foram analisados no centro de logística de Sant Boi. Seguidamente, os especialistas da Linde desenvolveram um conceito à medida da empresa para uma solução global com equipamentos de logística automatizados. Um dos maiores desafios que a Linde Intralogistics Solutions teve de enfrentar foi na interação entre os colaboradores, no ambiente circundante e na infraestrutura.

O centro de logística em Sant Boi é composto por dois edifícios com uma área total de 53 000 m² e emprega 250 colaboradores.

"Passo importante para o aumento da produtividade foi a redução das distâncias dos colaboradores. Esta medida permitiu melhorar o nosso controlo sobre o material, assim como a rastreabilidade de forma indireta. Deste modo, conseguimos localizar todos os pacotes", explica Salvador Balaña, Engenheiro de projeto da Schneider Electric.

Mais controlo. Mais eficiência.

Através da integração de equipamentos automatizados nos processo intralogísticos da empresa, a Schneider Electric conseguiu melhorar o controlo do fluxo de mercadorias, a continuidade dos processos, bem como os processos de trabalho internos, e assim aumentar a eficiência. Raquel Gasco conclui, realçando: "Conseguimos, sobretudo, que os nossos operadores de empilhadores possam dedicar mais tempo a trabalhos que criam valor, o que representa um importante contributo para o sucesso da empresa."

Desempenho profissional cinco vezes superior no dia a dia

A Schneider Electric encontra-se já a planear a duplicação do número de equipamentos automatizados na frota. "Os excelentes resultados do último mês mostraram-nos que faz sentido dar mais um passo em frente e alargar a nossa frota a equipamentos automatizados. Além disso, decidimos mudar para a tecnologia de iões de lítio, com vista ao aumento da nossa produtividade", afirma Salvador Balaña, Engenheiro de projeto da Schneider Electric. Desta forma, o número de equipamentos automatizados na Schneider Electric aumenta para quatro. Os técnicos esperam, assim, aumentar cinco vezes o desempenho profissional no dia a dia em Sant Boi.